O meu objetivo não é entalar as pessoas. O meu objetivo não é vencer, porque isto não é um debate, o meu objetivo é mesmo perder. O meu objetivo é que o diálogo não seja um mero discurso preparado da outra pessoa e, portanto, obrigue a argumentar um pouco mais o seu ponto de vista. O meu objetivo principal não é expor ninguém, não é exibir as fragilidades de ninguém. Pelo contrário, é exibir o melhor da argumentação que a outra pessoa tem
— Daniel Oliveira, em entrevista ao Espalha-Factos