Miguel Bastos Araújo: “Ainda podemos salvar o planeta?”

Para falar de alterações climáticas, biodiversidade, transição energética, política florestal e tudo o que se relaciona com a urgência ambiental em que vivemos, não podíamos ter melhor convidado do que Miguel Bastos Araújo. Licenciado em geografia em Lisboa, doutorou-se em Londres e é, com 49 anos, investigador-coordenador do Museu Natural de Ciências Naturais de Madrid, investigador-coordenador convidado da Universidade de Évora e professor catedrático convidado na Universidade de Copenhaga e no Imperial College de Londres. Foi editor e membro do conselho editorial de várias revistas científicas internacionais e vice-presidente da Sociedade Internacional de Biogeografia. É uma referência científica muito para lá das fronteiras portuguesas. As suas áreas de estudo são a biogeografia, a macroecologia, a modelação ecológica e a biologia da conservação. A biodiversidade é o centro do seu trabalho, as alterações climáticas o centro dos seus interesses. Trabalhou com o Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas, foi consultor do Conselho da Europa e dos governos português e espanhol sobre os efeitos das alterações climáticas. Dos muitos prémios que recebeu, o último foi o Pessoa.

Subscreva e apoie este projeto jornalístico independente em www.patreon.com/perguntarnaoofende

Feed RSS: bit.ly/perguntarnaoofende
iTunes: bit.ly/itunesperguntarnaoofende
Mixcloud: bit.ly/mixcloudperguntarnaoofende
SoundCloud: bit.ly/soundcloudperguntarnaoofende

Produção: João Martins
Música: Mário Laginha
Ilustração: Vera Tavares